Laje Protendida: Principais opções e características

Laje Protendida: Principais opções e características

A utilização da laje protendida é cada vez maior no mercado da construção civil brasileira. Esta tecnologia permite alcançar vãos cada vez maiores, reduzindo assim a quantidade de pilares e o número de vigas.

Além disso, aproveita da melhor forma possível toda a seção de concreto da laje, proporcionando um equilíbrio das tensões, reduz a flecha das lajes e o fissuramento do concreto.

Isso é possível devido a utilização de cordoalhas de aço no interior das lajes. Estas cordoalhas recebem uma carga de protensão em uma de suas extremidades com o auxílio de um macaco hidráulico. Assim, elas comprimem a seção de concreto da laje em questão.

Por se tratar de um serviço especializado o uso da protensão exige um projeto estrutural de qualidade, com todas as informações necessárias para a protensão. Além do projeto, a obra deve ser executada por profissionais capacitados e qualificados, afim de que erros durante a execução não prejudiquem o funcionamento da estrutura.

Neste artigo você vai conferir as principais opções da laje protendida e suas características.

Principais tipos de laje protendida

1 – Laje maciça protendida:

dicas e opções de laje protendida

A primeira opção é a laje maciça protendida. É uma laje com espessura acima de 16 centímetros, onde são utilizadas cordoalhas engraxadas para sua protensão.

Na maioria dos casos a laje é apoiada diretamente nos pilares, o que exige um cuidado com os esforços de punção e até mesmo o uso de capitéis.

Os cabos possuem um traçado parabólico, de forma a equilibrar os esforços na laje. Obedecer este traçado indicado em projeto é fundamental para o funcionamento correto da estrutura.

Além da armadura de protensão, é necessário utilizar a armadura passiva, que pode contribuir ou não com a resistência aos esforços de tração. De toda forma, esta armadura também tem o objetivo de reduzir a fissuração do concreto.

2 – Laje nervurada protendida:

Outro tipo de laje protendida muito utilizada são as lajes nervuradas. Neste caso, os cabos são posicionados no interior das nervuras. São utilizadas cordoalhas engraxadas no processo.

As lajes nervuradas podem ser apoiadas diretamente nos pilares, neste caso é necessário o uso de capiteis. Ou é possível utilizar o sistema com vigas faixa. Neste caso as vigas faixas também podem ser protendidas.

A construção as lajes nervuradas protendidas segue o mesmo processo executivo da laje nervurada convencional, acrescentando somente o posicionamento dos cabos e a protensão dos mesmos após a laje ser concretada.

3 – Laje treliçada protendida:

A laje treliçada protendida também aparece como ótima opção para quem deseja alcançar grandes vãos.

Neste caso as treliças já são protendidas na indústria com fios de aço aderentes. O processo executivo é similar às lajes treliçadas convencionais, pois a protensão já chega pronta na obra.

Outras boas vantagens também são obtidas com o uso da protensão em lajes treliçadas, como a redução dos escoramentos, melhor controle de flechas e até mesmo redução do custo final da obra.

As lajes treliçadas protendidas já são produzidas em quase todo o Brasil, é uma tecnologia de fácil acesso.

4 – Laje alveolar protendida:

O quarto tipo de laje protendida deste artigo é a laje alveolar. Este tipo de laje é composto por painéis de concreto pré-fabricado e protendidos.

Os painéis são produzidos com concreto de alto desempenho e possuem alvéolos ao longo de seu comprimento. Os alvéolos possibilitam uma grande redução do peso próprio destas lajes.

Alguns painéis chegam a vencer vãos de até 20 metros. A altura dos painéis pode variar de 9 a 30 centímetros.

Para a protensão deste tipo de laje são utilizados fios aderentes. Assim como na laje treliçada, a protensão é feita na indústria, o que torna seu uso ainda mais simples durante a obra.

5 – Laje Steel Deck protendida:

Também é possível utilizar a tecnologia da protensão com as lajes Steel Deck. Este tipo de laje já possui inúmeras vantagens, e com a protensão ainda consegue alcançar vãos ainda maiores e resistir a carregamentos mais altos.

Para a protensão deste tipo de laje são utilizadas as cordoalhas engraxadas e a protensão é realizada após a concretagem.

Este sistema também é chamado de laje mista, pois o aço do Steel Deck não tem como objetivo único servir de forma para o concreto, mas colabora na resistência dos esforços solicitantes.

Finalizando

Como pode ver, existem inúmeras formas de utilizar a tecnologia do concreto protendido para a execução de lajes. Vale destacar que a protensão só tem sentido quando se faz necessário alcançar vãos maiores, resistir a cargas mais elevadas ou estruturas mais esbeltas. O seu uso indiscriminado pode onerar obras e ainda não colaborar de forma significativa com o funcionamento a estrutura.

 

FONTE: https://engenhariaconcreta.com/laje-protendida-principais-opcoes/

Siga-nos

Assine Nossa Newsletter

Fique por dentro de todas nossas notícias, assine já: